29 de novembro de 2007

A melhor prenda (para mulheres cansadas de aturar os maridos)


Cortesia: fogacho

O marido de Vossa Excelência fuma? Ofereça-lhe cigarros. O seu marido tem problemas de colesterol? Ofereça-lhe um copioso banquete rico em gorduras saturadas. O seu marido é alcoólico? Ofereça-lhe uma caixa de Jameson. O seu marido é “junkie”? Há no mercado oferta variada de cocaínas e heroínas.
No caso de Vossa Excelência pertencer à percentagem muito reduzida de esposas a quem calhou um marido que não é parvo de todo, previna-se com argumentos sólidos e mostre-lhe a publicidade. O texto publicitário que se segue pode chegar.
O presente inesperado é o mais desejado. Parabéns!. V. Demonstrou ser uma pessoa moderna e de requintado bom gosto. O seu presente foi um verdadeiro achado. V. não lhe quis dar mais uma dessas coisas complicadas que nunca se usam. Deu-lhe uma prenda prática e original. Ofereceu-lhe os cigarros que Ele fuma nas novas caixas de dez maços da Kart.”
No caso do seu marido ser do tipo mesmo desconfiado, recorra enfim aos métodos ancestrais e ponha um batonzinho nos lábios. Faça-lhe uns olhares malandrecos e já agora use um vestidinho justo, (só se for rapariga esbelta como eu) na altura de abrir os presentes!

3 comentários:

fogacho disse...

não querendo vulgarizar a prosa da esbelta criadora, detenho-me um pouco na imagem publicitária e reparo no ano da referida... perco-lhe todo o respeito ;o)))))

trincadeira disse...

Sempre ouvi dizer que se deve respeitar os mais velhos.

Palomino disse...

Mais uma tão bem apanhada! A pub vintage é um filão.

Outras ideias de índole "prática e original", bem longe "dessas coisas complicadas que nunca se usam":
- Um garrafão (ou garrafões) de Água do Luso
- Qualquer artigo da vasta gama da Renova
Tudo coisas originais!
(atenção, eu gosto das minhas prendas complicadas. Muito complicadas!;)